Skip to main content

Review – Fiat Abarth 695 Tributo Ferrari

O carro foi apresentado no Salão de Frankfurt no ano passado, chega ao Reino Unido com preço relativamente alto: £ 29.600, ou seja, o equivalente a R$ 83 mil. Apenas 152 unidades do Fiat 500 Abarth 695 Tributo Ferrari serão comercializadas, o que contribuiu para o alto valor, mesmo para o Reino Unido.

Impulsionando o modelo está um propulsor 1.4 Turbo preparado pela divisão esportiva Abarth que rende 180 cavalos de potência a 5.500 rpm e torque de 25 kgfm a 3.000 rpm. Na pista, o resultado do trabalho da Abarth pode ser conferido nos 7 segundos precisos para acelerar de 0 a 100 Km/h. A velocidade máxima informada pela marca italiana é de 225 km/h.

 

A Fujimi fez um bom trabalho com a carroceria do carro. A carroceria foi injetada em 3 partes, a carroceria propriamente dita e os dois parachoques que foram colocados em outra árvore.
A Fujimi fez um bom trabalho com a carroceria do carro. A carroceria foi injetada em 3 partes, a carroceria propriamente dita e os dois parachoques que foram colocados em outra árvore.

 

Nesta árvore se encontram as outras peças da carroceria: os dois parachoques e também os acessórios aerodinâmicos. O kit traz os bancos do Abarth original. Desta forma temos duas opções para os bancos já que os bancos feitos para esta versão do carro (tributo Ferrari) estão em outra árvore.
Nesta árvore se encontram as outras peças da carroceria: os dois parachoques e também os acessórios aerodinâmicos. O kit traz os bancos do Abarth original. Desta forma temos duas opções para os bancos já que os bancos feitos para esta versão do carro (tributo Ferrari) estão em outra árvore.

 

Aqui um ponto que achei falho no kit. As rodas são muito pequenas e também os discos de freio. Acho que a Fujimi errou feio aqui.
Aqui um ponto que achei falho no kit. As rodas são muito pequenas e também os discos de freio. Acho que a Fujimi errou feio aqui.

 

Uma árvore só para os bancos da versão Ferrari.
Uma árvore só para os bancos da versão Ferrari.

 

As outras peças do interior do carro, tudo com bom nível de detalhe.
As outras peças do interior do carro, tudo com bom nível de detalhe.

 

As peças cromadas tem um tom muito exagerado.
As peças cromadas tem um tom muito exagerado.

 

A Fujimi deixou todas as peças referentes a mecânica, suspensões e chassis nesta única árvore. O chassis poderia ser mais detalhado.
A Fujimi deixou todas as peças referentes a mecânica, suspensões e chassis nesta única árvore. O chassis poderia ser mais detalhado.

 

As transparências são boas. Os vidros estão em uma única peça.
As transparências são boas. Os vidros estão em uma única peça.

 

Os pneus são outro ponto negativo do kit. Têm o perfil muito alto para um carro esportivo.
Os pneus são outro ponto negativo do kit. Têm o perfil muito alto para um carro esportivo.

 

A última moda dos fabricantes de kits é não incluir as máscaras para pintura das transparências dos vidros. A Fujimi resolveu colocar pelo menos os moldes.
A última moda dos fabricantes de kits é não incluir as máscaras para pintura das transparências dos vidros. A Fujimi resolveu colocar pelo menos os moldes.

 

A folha de decais é boa. Todos os logos da Abarth e as faixas esportivas.
A folha de decais é boa. Todos os logos da Abarth e as faixas esportivas.